Assessoria de Imprensa Expediente Fale Conosco Comunicar PUC-Rio
 
Busca avançada
Facebook Twitter
Releases Clipping Pesquisadores  
Balanço Financeiro 2004/Parte 2

05/06/2005


Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro
Seção: Publicações a Pedido
Data: Quarta-feira, 27 de abril de 2005
Enviado por: Contabilidade da PUC-Rio
Vice-Reitor Administrativo: Luiz Carlos Scavarda do Carmo
Contadora: Cláudia dos Santos Neves

FACULDADES CATÓLICAS - PUC/RIO
DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS
EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO

 

(Em Reais - R$)

 

2004

2003

ORIGENS DE RECURSOS

 

 

Das Operações Sociais

 

 

Resultado do Exercício

(1.646.358)

(753.058)

Despesas/Receitas que não afetam o Capital Circulante

 

 

Transferências do Imobilizado

147.133

-

Transferências de Depósitos judiciais

-

28.851

Depreciações

7.570.928

6.625.289

Encargos de Financiamentos a Longo Prazo

76.547

131.546

Resultado Ajustado

6.148.250

6.032.628

De Terceiros

 

 

Aumento do Exigível a Longo Prazo

105.063

951.641

Redução dos Depósitos Judiciais- Longo Prazo

-

502.554

Doações Patrimoniais

207.675

386.474

Valor da Venda de Bens do Imobilizado

7.000

-

Total das Origens

6.467.988

7.873.297

 

 

 

APLICAÇÕES DE RECURSOS

 

 

Aquisições de Imobilizado

9.492.195

9.797.661

Depósitos Judiciais- Longo Prazo

416.143

640.760

Transf. do Exig. a Longo Prazo para Circulante

1.429.000

672.476

Redução Provisão Contingências

-

1.899.853

Total das Aplicações

11.337.338

13.010.750

REDUÇÃO  DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

(4.869.350)

(5.137.453)

VARIAÇÃO DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

ATIVO CIRCULANTE

 

 

No Início do Exercício

29.716.305

29.332.247

No Final do Exercício

31.080.530

29.716.305

 

1.364.225

384.058

PASSIVO CIRCULANTE

 

 

No Início do Exercício

31.341.319

25.819.808

No Final do Exercício

37.574.894

31.341.319

 

6.233.575

5.521.511

 

 

 

REDUÇÃO  DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

(4.869.350)

(5.137.453)

 

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES

Aos Membros e Administradores da Faculdades Católicas (Mantenedora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro)

1. Examinamos os balanços patrimoniais da Faculdade Católicas (Mantenedora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) levantados em 31 de dezembro de 2004 e de 2003, e as respectivas demonstrações do resultado, das mutações do patrimônio líquido e das origens e aplicações de recursos correspondentes aos exercícios findos naquelas datas, elaborados sob a responsabilidade de sua administração. Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis.

2. Nossos exames foram conduzidos de acordo com as normas de auditoria e compreenderam: (a) o planejamento dos trabalhos, considerando a relevância dos saldos, o volume de transações e o sistema contábil e de controles internos da Entidade; (b) a constatação, com base em testes, das evidências e dos registros que suportam os valores e as informações contábeis divulgados; e (c) a avaliação das estimativas contábeis mais representativas adotadas pela administração da Entidade, bem como da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto.

3. Em nossa opinião, as demonstrações contábeis mencionadas no parágrafo primeiro representam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da Faculdades Católicas (Mantenedora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), em 31 de dezembro de 2004 e de 2003, o resultado de suas operações, as mutações de seu patrimônio líquido e as origens e aplicações de seus recursos referentes aos exercícios findos naquelas datas, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil.

 

PARECER DO CONSELHO FISCAL

Os membros do Conselho Fiscal de Faculdades Católicas, Associação sem fins lucrativos Mantenedora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em virtude de suas atribuições legais e estatutárias, havendo examinado as demonstrações contábeis do exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2004, bem como o respectivo parecer dos auditores independentes, são de parecer que todas as informações apuradas e declaradas, refletem adequadamente a situação da Entidade, merecendo portanto sua aprovação.

Rio de Janeiro, 14 de abril de 2005.


Membros do Conselho Fiscal:

_________________________________________
Dr. Dirceu Alves Pinto

________________________________________
Dr. José Alfredo Charnaux Sertã

_______________________________________
Prof. Luiz Bevilacqua

 


Recentes

Balanço Financeiro 2004/Parte 1
2004
05/06/2005

Mais



HOME

Releases

Clipping

Pesquisadores


Fatos e Números

Balanço Anual

Assembléia Universitária


Estágio


Expediente

Fale Conosco